Frota aérea Mercado Livre encurta distâncias

Frota Meli-Air para diminuir distâncias nesse país continental

O Mercado livre inova e lidera mais uma vez no segmento de vendas online ou e-commerce com sua frota de aviões denominada Meli-Air que promete integrar sudeste e nordeste.

Frota própria e parceria para o nordeste

Uma frota de aviões, própria. Esse é o novo destaque do Mercado Livre, que agora tem quatro aeronaves para entregar os produtos comprados em seu site. A Meli Air, nome dado à frota, será operada por diferentes companhias aéreas que vão ajudar o grupo a reduzir os prazos de envio dos pacotes no país, além de aumentar a capacidade de entregas para o dia seguinte nas compras de produtos armazenados em seus centros de distribuição de São Paulo e da Bahia.

Parcerias desde 2019

Há três anos investindo fortemente em sua malha logística, o Mercado Livre iniciou em 2019 parcerias com companhias aéreas comerciais, abrindo mais destinos e fornecendo volume constante durante a quarentena para ajudá-los a manter o setor de carga vivo. E agora, para fortalecer a malha logística, a empresa adiciona quatro aeronaves dedicadas sete dias por semana, de diferentes companhias aéreas, para melhorar a frequência e capacidade em diferentes regiões do Brasil.

Aumentar entregas “Full”

Queremos ter a melhor logística do Brasil e aumentar o número de entregas no dia seguinte. A ampliação consistente e robusta da nossa malha logística é decisiva para a manutenção da excelência do atendimento e satisfação do consumidor final – tanto vendedores quanto compradores da nossa plataforma. Além de melhorar a experiência de compra no Brasil, esperamos que a iniciativa contribua para o aumento do reconhecimento visual da marca associado aos atributos de confiança e eficiência logística.” – Leandro Bassoi, vice-presidente de Mercado Envios, braço logístico da gigante da tecnologia

Conforme post anterior


Essas ações estão contempladas no investimento anunciado pela companhia de R$4 bilhões no Brasil ao longo de 2020. Além da ampliação da frota própria de entregas, esses investimentos também envolvem a instalação de novos centros de distribuição e cross-dockings, e o desenvolvimento de novas ferramentas com o objetivo de reduzir o tempo e o custo de entrega do marketplace.

Gostou desse artigo? Favorite o blog do Bom Carteiro e fique antenado com notícias sobre atualidades e novidades sobre os Correios, e-commerce e logística.

Para saber mais sobre nossos serviços, acesse aqui. Novidades sobre os Correios aqui.

Até mais!