MP3 a ciência logística do som

Hoje é corriqueiro celulares, computadores e qualquer dispositivo eletrônico de som reproduzir a famosa música MP3, mas poucos conhecem como surgiu essa ideia e como ela revolucionaria o mundo musical e tornaria a entrega de trabalho dos artista muito mais simples e acessível. Vamos lá!

O que é MP3?

Antes de tudo é preciso saber que existe o MP2 e MP1, vamos destrinchar, você já deve ter se deparado com algo chamado mpeg, pois é, um formato de compactação de vídeo denominado moving pictures expert group que possui 3 camadas (layers) o mpeg 1 (layer 1) oferecia menor compressão e dixava os arquivos muito grandes ainda para serem transmitidos, o mpeg 2 (layer 2) uma versão mais estável do primeiro e depois o mais complicado e trabalhoso mpeg 3 (layer 3) que oferecia um tamanho muito pequeno do arquivo e é nesse que a missão foi dada.

O pai do MP3

Tudo começou em 1979 quando um alemão chamado Karlheinz Brandenburg recebeu de seu orientador na tese de doutorado uma missão de transmitir áudio de qualidade por linha telefônica, foi aí que este doutorando em TI estudou até psicoacústica, que é a forma de como nosso cérebro compreende as ondas sonoras e a partir dai conseguia ver que dentro de um espectro sonoro existiam muitas frequências que nosso ouvido não era capaz de compreender e em 1989 ele ganha seu título de doutor por conseguir a façanha de transmitir áudio com qualidade por linha telefônica.

Nasce o MP3

Aí, em 1991, nasceram três camadas de formatos. A camada 1 era uma variante de baixa frequência do MUSICAM, a camada 2 era o mesmo MUSICAM usado em versão otimizada e a camada 3 era baseada no ASPEC, porque ele era o melhor compressor da lista. Dois anos depois da definição, nasce oficialmente o ISO MPEG Audio Layer 3, um nomezinho nada chamativo. É só em julho de 1995 que os criadores oficializam o nome popular do formato .mp3.

Ganhou o mundo

Depois do vazamento do código fonte por um estudante australiano que comprou o codec com uma cartão de crédito roubado, logo chegou aos mais diversos experts em informática do planeta e o instituto Fraunhofer que era detentora da patente do MP3 viu seu negócio cair por terra, e o mundo ganhou a melhor forma de tranmissão de aúdio com compressão de até 90% do tamanho original do arquivo.

Aí veio a revolução do Napster que popularizou a transmissão de músicas ponto a ponto (peer to peer) com conexão discada! e depois de alguém posta uma música da banda Metallica que ainda não tinha sido oficialmente lançada o baterista Lars Ulrich entrou com uma ação contra a Napster e ganhou tendo assim uma vida curta. Surgiram os famosos MP3 Players oficiais e xing-lings mas o importante era que todos podiam ouvir e levar suas músicas prediletas para onde quer que fossem.

Gostou desse artigo? Favorite o blog do Bom Carteiro e fique antenado com notícias sobre atualidades e novidades sobre os Correios, e-commerce e logística.

Para saber mais sobre nossos serviços, acesse aqui. Novidades sobre os Correios aqui.

Até mais!