Principais ferramentas de pagamento online

Conforme dito anteriormente, este post é o complemento do anterior. Sabemos que existem mais plataformas de pagamento e inclusive as que trabalham de maneira diferente, mas o intuito é fazer com que você possa conhecer e se interessar em pesquisar o melhor para seu e-commerce.

Que tal, então, conhecer os detalhes das principais e melhores ferramentas de pagamento online no mercado?

Das taxas cobradas por transação até o processo de pagamento de cada uma delas, vamos mostrar por que são consideradas formas eficientes e seguras para o seu negócio. Confira!

1. Paypal

Não poderíamos começar a listar as ferramentas de pagamento online sem citar a primeira e mais revolucionária: o Paypal . Criado em 1998, nos Estados Unidos, tem como principal diferencial competitivo a rapidez que o dinheiro deixa as mãos de uma pessoa para a outra.

Pagando uma taxa mais alta — de 4,79% por transação —, o pagamento é recebido em até 24 horas.

Caso você não tenha a necessidade de receber em um curto prazo, a taxa de transação vai para 3,60%, além da tarifa fixa cobrada em qualquer movimentação feita pelo PayPal, de R$ 00,60.

Todo o dinheiro recebido via PayPal fica armazenado em sua conta online e, em seguida, você pode realizar a transferência para uma conta bancária sem nenhuma taxa extra.

Para o lojista, ela é ideal, pois abre diversas possibilidades de negociação. Afinal, o cliente pode transferir o dinheiro para a empresa fazendo um pagamento via cartão de crédito, como se ele estivesse comprando créditos na moeda utilizada pelo PayPal.

Para facilitar o controle e a gestão do negócio, a cobrança de pagamentos também pode ser enviada via email.

2. PagSeguro

Podendo receber pagamentos das mais variadas bandeiras de cartão do mercado, o PagSeguro também é uma referência entre as ferramentas de pagamento online.

Parte do grupo Uol, o método também oferece o boleto bancário como opção e a função de débito online (aceitando bancos como Banco do Brasil, Itaú e Banrisul). Ideal para quem precisa oferecer uma variedade de opções.

As taxas também são mais atraentes em comparação ao PayPal. Toda transação tem uma taxa fixa de R$ 00,40, além de 3,99% em caso de saldo liberado em 30 dias.

Caso necessite do dinheiro um pouco mais cedo, em 14 dias, o índice aumenta para 4,99%. Os saques também são gratuitos, a não ser que você faça mais de um pedido por dia, o que gera uma taxa de R$ 3,50 por saque.

3. PicPay Pro

Dados da Fundação Getúlio Vargas mostram que o Brasil tem mais de 230 milhões de smartphones em uso. Nada melhor, então, do que fazer as suas obrigações por meio desse item, certo?

É exatamente isso que o PicPay propõe: um aplicativo gratuito que permite o pagamento e o recebimento de valores, sempre com uma taxa fixa de 1,99% por transação.

Basta as duas pessoas terem uma conta na carteira digital e o seu principal diferencial é a liberação imediata do valor transferido. Após receber a quantia, você pode fazer a transferência para a sua conta bancária quando quiser.

Não pagar um aluguel já é um grande alívio e se torna ainda mais interessante quando a taxa paga por transação é uma das menores do mercado.

4. Mercado Pago

Criado pelos donos do Mercado Livre, o Mercado Pago é uma carteira digital completa para quem quer oferecer diferentes opções de pagamento online aos seus clientes — pagamentos em cartão de crédito (à vista ou parcelados), saldo da conta digital ou mesmo boleto bancário.

Outra vantagem é a possibilidade de escolher o melhor período para receber o dinheiro, de acordo com as taxas.

Quando o mês estiver mais apertado, por exemplo, você pode solicitar a liberação do valor imediatamente, resultando em uma taxa de 4,99%. Caso queira receber em 14 dias, ela desce para 4,49% e, em 30 dias, o valor chega em 3,99%, tudo isso sem o pagamento de taxas fixas.

Um ponto negativo, porém, é a taxa de R$ 3,00 para transferir o dinheiro do Mercado Pago ao seu banco.

5. PayU

Também aceitando cartões de crédito, boletos bancários e as mais variadas bandeiras de cartão, o PayU oferece a criação de contas gratuitas mesmo sem ter uma loja virtual ou trabalhando em marketplace , por exemplo.

O saldo somente é liberado em 30 dias e a taxa fixa por transação é de R$ 00,40, além dos 3,49%. A ferramenta oferece um saque gratuito mensal.

A relevância dos pagamentos online

Para aumentar as suas vendas no e-commerce de maneira sustentável, é preciso fazer um planejamento estratégico para o seu negócio.

O que vender, como vender e para quem vender são exemplos de perguntas que você precisa responder inicialmente. Dessa forma, a definição das ferramentas de pagamento online também é um trabalho importante para o sucesso.

Fazer as contas, analisar as taxas, verificar a integração e a segurança da ferramenta, entender as preferências da sua persona, enfim, tudo isso garante que o seu negócio esteja mais próximo de impactar de forma positiva quem realmente importa.

Afinal, se o seu principal objetivo é garantir uma melhor experiência ao cliente, o pagamento online deve ser uma das suas prioridades.

Conhecer os detalhes das principais ferramentas de pagamento online é a maneira mais eficiente de fortalecer a sua loja virtual.

Dessa forma, você garante a escolha mais precisa de acordo com os objetivos do seu negócio e, ao mesmo tempo, aumenta as chances de conseguir fechar uma transação com os métodos certos colocados como possibilidade no seu e-commerce.

Gostou desse artigo? Favorite o blog do Bom Carteiro e fique antenado com notícias sobre atualidades e novidades sobre os Correios, e-commerce e logística.

Para saber mais sobre nossos serviços, acesse aqui. Novidades sobre os Correios aqui.

Até mais!

Marcações: