Qualcomm a gigante mobile e a Apple ARM

Dois gigantes do setor de semicondutores estão prestes a concluir uma mega fusão. Como ponta de lança de um intenso movimento de aquisições que vem ocorrendo desde 2016, a holandesa NXP Semiconductors foi incorporada pela americana Qualcomm, no maior contrato do tipo para o setor.

Processadores para todo nicho

O negócio será o maior da indústria de chips e circuitos integrados. A NXP, baseada em Eindhoven, Holanda, possui uma base global de clientes e de distribuidores. Essa rede capilarizada é exatamente um dos focos da Qualcomm, que visa usar os canais de distribuição da NXP para expandir seu portfólio para internet das coisas, setor automotivo, segurança e networking. Além da rede de distribuição capilar, a NXP agregará um portfólio respeitável de chips para sistemas automotivos, controladores ARM(como o Cortex M3  LPC 1779), circuitos para RF e componentes para IoT.

A Fusão

O anúncio da compra foi originalmente lançado em outubro de 2016. De lá para cá as ações da NXP tiveram significativo aumento, o que obrigou a sua pretendente a estender a oferta enquanto aguarda pelas aprovações regulatórias para concretizar a compra. O negócio está na casa dos $38 bilhões. As especulações iniciais davam conta de um acordo em torno $30 bilhões, com os sucessivos aumentos nos preços das ações, o valor passou para $36 bilhões e finalmente atingiu o patamar atual, o maior da história na indústria de chips.

A Consolidação

O mercado de semicondutores tem encorpado com o processo de consolidação em curso. A NXP e a Freescale, duas das fornecedoras mais tradicionais de circuitos integrados, se juntaram em 2015 com foco no setor automotivo. Agora com a aquisição pela Qualcomm, um dos desafios será exatamente digerir uma empresa que apenas acabou de se fundir com uma outra.

Avanço da Apple

Na produção de seus computadores, a Apple depois de passar pelos processadores Power PC que pra mim foi a época de ouro, houve muita reclamação quando a empresa fechou parceria coma Intel, ainda mais quando a AMD começou a superar a gigante azul em todos os aspectos, mas a Apple resolveu virar seus canhões para outro lado, a tecnologia ARM, não seria uma novidade uma vez que todas as máquinas projetadas pela empresa são para terem uma vida útil determinada, uma vez que os processadores ARM seja ele de qualquer fabricante , não são vendidos separadamente, então é um prato feito para a Apple manter seu monopólio de desktops, all in one e laptops totalmente invioláveis e sem possibilidade de upgrade, mas ela sempre apostou na otimização de seus componentes como uma empresa de videogames tendo em vista os exemplos da Microsoft com seu XBOX Series X e S e o Playstation 5 que estão apostando na tecnologia Ryzen da AMD, porem com um setup totalmente otimizado e impossível até o momento reproduzir o resultado em um PC Gamer mesmo com configurações parecidas. Partindo desse pressuposto a Apple pretende tomar o nicho daqueles que querem performance plug & play sem precisar ficar estudando qual a melhor combinação de hardware para montar.

Gostou desse artigo? Favorite o blog do Bom Carteiro e fique antenado com notícias sobre atualidades e novidades sobre os Correios, e-commerce e logística.

Para saber mais sobre nossos serviços, acesse aqui. Novidades sobre os Correios aqui.

Até mais!